OFERTA DE PORTES PARA PORTUGAL CONTINENTAL A PARTIR DE 6 GARRAFAS | APOIO A ENCOMENDAS: 918 266 995

Fitapreta Azores Wine Company Vinhos Maçanita Sexy Wines WineID
Menu

Vinho doce é um vinho que possui um elevado teor de açúcar. Considera-se que um vinho é doce quando apresenta uma concentração de açúcares superior a 4g/L. No entanto, com estes níveis de concentração, é difícil a perceção de doçura no vinho. Para valores de açúcar superiores a 10 gramas, é mais fácil identificar a sensação de doçura no vinho, sempre dependendo da acidez presente no vinho. Muitas vezes, vinhos com um teor de acidez muito alto, são equilibrados com a adição de açúcar (é o caso de alguns vinhos verdes). 

São exemplos de vinhos doces, vinhos de colheita tardia (late harvest), vinhos licorosos, ice wine e alguns tipos de espumantes cuja concentração de açúcar é mais elevada.  

 

O que é Vinho Doce?

O vinho doce tem origem em dois processos: fermentação parcial dos açúcares provenientes da uva, ou adição do mosto concentrado ao vinho feito.

No caso da fermentação parcial, os açúcares não são degradados na sua totalidade por dois métodos:

  • Pela adição de água ardente vínica, no caso dos vinhos licorosos (Vinho do Porto, Vinho Madeira, Vinho do Pico e Moscatel);
     
  • Pela adição de sulfuroso que interrompe a atividade das leveduras no processo de degradação dos açúcares em álcool como acontece, por exemplo, nos vinhos de colheita tardia (late harvest), vinho tokaji e ice wine. 

Relativamente ao caso da adição do mosto concentrado aos vinhos feitos, exemplos de vinhos doces resultantes deste processo são os espumantes doces e meio secos e qualquer vinho ao qual tenha sido adicionado açúcar na fase final de produção, como por exemplo, vinho doce branco, vinho doce tinto e vinho verde doce.

 

Como escolher um Vinho Doce? 

Quando se escolhe um vinho doce, procura-se criar um momento na refeição. O melhor momento será no início ou no final da refeição, consoante o tipo de vinho doce. No início da refeição entram os vinhos doces de baixa graduação alcoólica e elevada acidez (late harvest e ice wine) que se pode harmonizar com entradas com alguma intensidade (foie gras e fondue de queijo).

No final da refeição, recomenda-se vinhos licorosos, pois são vinho doces de elevada graduação alcoólica. Os licorosos de cor dourada podem ser harmonizados com doces conventuais à base de ovos e frutos secos e os vinhos doces tintos como LBV e Vintage podem ser harmonizados com doçaria à base de chocolate e frutos vermelhos.

Seja no início ou no final da refeição, pode-se harmonizar grande parte dos vinhos doces com queijaria tradicional portuguesa.

Experimente o nosso Verdelho 10 anos, da ilha do Pico, com queijos tradicionais dos Açores, disponível na nossa loja online.

Tenha 10€ de desconto com a subscrição da Newsletter
Numa compra de vinhos superior a 50€