OFERTA DE PORTES PARA PORTUGAL CONTINENTAL A PARTIR DE 6 GARRAFAS | APOIO A ENCOMENDAS: 918 266 995

Fitapreta Azores Wine Company Vinhos Maçanita Sexy Wines WineID
A
B
C
D
E
F
G
H
I
J
K
L
M
N
O
P
Q
R
S
T
U
V
W
X
Y
Z
A-Z

O abrolhamento constitui no despertar fenológico da planta após o adormecimento invernal, ou seja, corresponde ao início do ciclo vegetativo e ocorre com base nos nutrientes acumulados pela planta no ano anterior. Os gomos lactentes incham e começam a brotar.


Acabamento é o nome dado ao conjunto de operações finais do processo de elaboração e de estágio de vinhos, maioritariamente de clarificação.


Acácia, tal como o nome indica a flor de acácia representa um aroma florar que se pode encontrar em alguns brancos como Rieslings, Sauternes e Gewürztraminers.


Açafrão é um aroma a especiarias que relembra o açafrão.


Açaime é uma armação de arame galvanizado com uma chapa superior que se fixa no anel do gargalo das garrafas de vinho espumoso para manter a rolha que se encontra sob pressão do gás carbónico.

Relacionados


Acerbo significa um vinho que contém uma quantidade excessiva de ácido málico e tartárico, proveniente de uvas pouco maduras.


O acetaldeído é uma substância que compõe o aroma de alguns vinhos que estiveram em contacto com o oxigénio. Vinhos generosos com estágio oxidativo como tawnys e xerezes podem conter aromas que recordam frutos secos ou determinadas frutas como a maçã verde e o marmelo.


O acetato de etilo é um éster que deriva da conjugação do ácido acético e do etanol. Produz um odor etéreo desagradável semelhante a cola, verniz ou acetona.

Relacionados


Diz-se acético de um vinho com “pico”. Afetado pelas bactérias acéticas que causam o envinagramento. Este defeito é próprio de vinhos mal estagiados em que a acidez volátil é excessiva.

Relacionados


A acetilfenona é uma acetona aromática com odor a flor de adelfa presente sobretudo em aguardentes.

Relacionados


Acetobactérias são bactérias aeróbicas responsáveis pela acetificação do vinho.


Acetona é um odor químico desagradável que recorda a acetona usada para retirar o verniz das unhas. Provém da oxidação de álcoois secundários, pode ser produzido por aeração do vinho e não é necessariamente permanente.


Acidez é uma componente essencial do vinho que contribui para o seu equilíbrio, frescura e conservação. É constituída pelos ácidos provenientes das uvas e da fermentação.

Um vinho de acidez baixa pode tornar-se chato e desinteressante; em excesso deixa uma sensação áspera na boca. Na quantidade certa é sinónimo de frescura e vivacidade ajudando a garantir a longevidade de um vinho.

A acidez é um dos seis sabores elementares (doce, salgado, ácido, amargo e unami) identificados pelas papilas gustativas da língua. 


A acidez fixa juntamente com a acidez volátil totaliza a acidez total de um dado vinho.


A acidez total é a soma dos ácidos tituláveis presentes no vinho, a pH7, por adição de uma solução alcalina titulável (NaOH).


Fitapreta Azores Wine Company Vinhos Maçanita Sexy Wines WineID
Tenha 10€ de desconto com a subscrição da Newsletter
Numa compra de vinhos superior a 50€