OFERTA DE PORTES PARA PORTUGAL CONTINENTAL A PARTIR DE 6 GARRAFAS | APOIO A ENCOMENDAS: 918 266 995

Menu Fitapreta
Fitapreta Azores Wine Company Vinhos Maçanita Sexy Wines WineID

A equipa da Fitapreta começou com o jovem enólogo português António Maçanita e com o experiente consultor e viticultor inglês David Booth com o lançamento do seu primeiro vinho, Preta, em 2004. Em 2008 a equipa é reforçada com Sandra Sárria que em 2015 é convidada por António Maçanita para abraçar o projecto da Fitapreta como sócia.

Actualmente, a equipa da Fitapreta Vinhos é conduzida pelos dois enólogos António e Sandra que juntos formam uma equipa apaixonada e dedicada ao vinho, à recuperação de castas e a um fazer antigo.

 A Fitapreta recebeu o prémio de Produtor do Ano 2020, pela Revista de Vinhos, um prémio para toda a equipa que reflete o seu espírito de reinvenção e determinação, sempre presente desde o início.

António Maçanita Fitapreta

António Maçanita

António Maçanita enganou-se na candidatura à faculdade e foi colocado no curso de Agronomia, tendo-se formado pelo Instituto de Superior de Agronomia em Enologia. Tentou recuperar uma vinha nos Açores em 2000, mas uma tempestade destruiu-a e seguiu para alguns estágios pelo mundo, nos Estados Unidos, Austrália e França. 

O primeiro projeto de produção própria de vinhos de António Maçanita foi no Alentejo em 2004, quando criou a Fitapreta Vinhos com o viticultor David Booth, consultor e amigo que embarcou nesta aventura com António.

Já revelando o seu gosto por desafios e a sua irreverência, António Maçanita lançou o Preta, o seu primeiro vinho, com David Booth, um sucesso que foi só o início da sua “viagem” pela região. Admirador da História das regiões e de misturar o passado com o presente numa garrafa de vinho, António foi pioneiro na produção de vinho branco com uvas tintas em 2008 no Alentejo e também desencadeou a produção de vinho de talha em Portugal, em 2010, com o lançamento do seu Branco de Talha. Tudo sob a alçada da Fitapreta, a primeira de quatro empresas que foi criando ao longo dos anos, em resposta a desafios com os quais se foi deparando.

Após alguns anos no Alentejo, ainda sem casa nem vinha própria, foi finalmente em 2016 que a Fitapreta se mudou de armas e bagagens para o Paço do Morgado de Oliveira. Começaram a recuperação deste Paço do séc. XIV com um valor histórico inegável. Recuperando um outro Alentejo que se perdeu na história, António Maçanita lançou em 2018 vinhos provenientes da vinha Chão dos Eremitas, uma vinha com castas do antigo encepamento alentejano.

Na Fitapreta Vinhos, António continua a recuperar a história e a agitar o status quo, com o seu carácter explorador, irrequieto e provocador.

António Maçanita e Sandra Sárria Fitapreta

Sandra Sárria 

Sandra Sárria estudou no Instituto Superior de Agronomia, onde tirou o curso de Enologia e recebeu pelo mesmo Instituto o prémio de “Melhor Jovem Enólogo” em 2007 pelo seu trabalho de final de curso Comparação de Métodos de Extracção de Compostos Fenólicos. Sandra Sárria estagiou na adega José Maria da Fonseca, uma das maiores empresas de vinho em Portugal e viajou para o Chile em 2007 para aprender mais na prestigiada adega Viñas Casas Del Bosque, em Casablanca.

A enóloga juntou-se em 2008 à vindima de um cliente de consultoria enológica da empresa Wine ID, onde conheceu António Maçanita. Posteriormente, foi convidada a integrar o departamento comercial da Fitapreta Vinhos. 

Sandra Sárria viu a Fitapreta Vinhos crescer desde uma fase muito jovem e apoiou António Maçanita e David Booth, assumindo funções de comercial, gestora, administrativa, contabilista, tendo um espírito de resolução de problemas e uma capacidade de adaptação a qualquer área.  

Em 2015, é convidada a ser sócia de António Maçanita e abraçar como seu o projeto da Fitapreta Vinhos. Atualmente, Sandra Sárria é Diretora de Produção da Adega Fitapreta, sendo responsável pela produção e manutenção dos espaços e tendo a seu cargo uma equipa permanente de 19 pessoas. Caracteriza-se por ser uma pessoa muito focada e com objetivos muito claros. Tudo o que faz na vida, faz com muita paixão e sempre com um grande sorriso!

António Maçanita e David Booth Fitapreta

David Booth

De 1965 a 2012

"David Booth era soldado, era cavalaria, era infantaria, era dedicado à proteção dos animais selvagens e à desminagem. Estava apaixonado, era pai, era amizade, madrugador, um homem da natureza, das coisas simples, era pura vida. David Booth era também um homem da vinha e o nosso jardineiro. Acima de tudo, era nosso amigo". A tua Equipa.

Nascido em Inglaterra, David Jeremy Booth foi oficial do Exército durante sete anos, tendo chegado ao posto de Capitão dos Green Jackets. Depois, estudou Agricultura e Gestão no Royal Agricultural College Cirencester, fez desminagem em Moçambique e proteção da vida selvagem no Quénia. Estudou viticultura na UC Davis, na Califórnia, e tornou-se um discípulo de Richard Smart em Portugal, onde introduziu novos sistemas de condução e trouxe um profundo conhecimento em viticultura que lhe permitiu transmitir conceitos complexos de uma forma muito simples.

David Booth também foi consultor de vinhas para vários produtores, tais como:

  • Lyma Mayer;
  • Terras de Alter;
  • Azamor;
  • Vida Nova (Cliff Richards); 
  • Arrepiado Velho;
  • Entre outros. 

Como orador convidado, David lecionou no curso de MBA da sua antiga escola, o Royal Agricultural College Cirencester.

Em 2004, fundou, juntamente com António Maçanita o projeto Fitapreta, ao qual deu prioridade na sua, já tão ocupada, vida profissional.

"Nós, amigos e companheiros de batalha, sentimos falta do seu sorriso constante e contagiante, do seu eterno otimismo, da sua vontade de ajudar, da sua capacidade de ouvir e do seu prazer pelas coisas simples da vida: ar fresco, natureza, tempo com os seus filhos, tempo com pessoas, com a vida pura. Temos a certeza de que estaremos sempre a honrá-lo e a recordá-lo, trabalhando cada vez mais, mas com o mesmo espírito livre e fresco que ele sempre transmitiu."

Equipa Fitapreta

Equipa de produção

Adega da Fitapreta - Alentejo

A equipa de produção, sediada na adega da Fitapreta, no Paço do Morgado de Oliveira, no distrito de Évora, é constituída por António Maçanita, Sandra Sárria, Andrés Herrera, Leonor Frazão e mais três enólogos jovens e dinâmicos, com experiência em Portugal e fora do país. Também é neste local onde está baseada uma equipa dedicada à gestão do armazém e das encomendas, assim como colaboradores focados nos trabalhos diários de manutenção e obras na Herdade.
Lado a lado com os enólogos, Alexandra Leroy Maçanita e Filipe Mateus coordenam a equipa de enoturismo e eventos, que contabiliza cinco pessoas.

 

Equipa Administrativa e Comercial

Escritório da Fitapreta | ISA | Lisboa

Do outro lado do Tejo, baseada na encantadora Tapada da Ajuda, em Lisboa, a nossa equipa comercial coordenada por David Marques, tem o apoio direto na logística por Mara Mendes, na gestão por Sara Horta e nos recursos Humanos e Contabilidade por Mariana Minhoto. 

Junto à nossa equipa administrativa e comercial, contamos com a presença de mais cinco pessoas, diretamente ligadas às outras empresas do grupo: Maçanita Vinhos, Azores Wine Company, Wine ID e a LM Events & Tourism.

Saiba mais sobre:

Tenha 10€ de desconto com a subscrição da Newsletter
Numa compra de vinhos superior a 50€